DICAS DE TURISMO EM JAIPUR

Se você for fazer seu intercâmbio em Jaipur, não se esqueça: esta é uma cidade semi-desértica, então o clima é quente e seco. Por isso é muito importante beber litros e litros de água por dia. Você vai notar que sua pele fica ressecada, suas narinas e garganta também. Aconselho a se protegerem da poeira e da poluição usando um
paninho enrolado na cabeça tampando o nariz e a boca.

Lá em Jaipur, por terem muitos turistas, os comerciantes e motoristas de rickshaws cobram preços exorbitantes na negociação de um produto ou de uma corrida com o tuk-tuk.  Então aprenda números e algumas palavras em híndi antes de ir! Além disso, se você disser que mora lá e negociar os preços falando os números em hindi, eles podem te dar descontos ou fazerem “INDIAN PRICE” pra você! Depois de morar na Índia, você será um mestre na arte de barganhar, acredite!

Outra coisa: como a comida é muito apimentada, leve alguns remédios para dores de estômago e queimação! E nunca beba água da torneira! Sempre compre água mineral e confira se a garrafa está lacrada antes de beber! Leve também muitas fotos 3×4! Lá você encontra lugares para tirar esta foto, mas é mais prático levar algumas! Afinal para TUDO eles pedem as benditas fotinhas – inclusive para comprar um chip de celular! E se você for ficar mais de 180 dias na Índia,não se esqueça de ir à FRO –  Foreigner Registration Office para se registrar assim que chegar no país. Antes de deixar a Índia você também deve voltar na FRO para dizer que está indo embora do país.

Quando estiver em Jaipur, não deixe de conhecer os principais pontos turísticos da cidade: o Amber Fort, Albert Hall, Jantar Mantar, Nahargarh Fort, Hawa Mahal. Estes cinco locais você pode visitar comprando um “composite ticket” tendo dois dias para utilizar. Eles são vendidos em frente ao observatório Jantar Mantar. Outros lugares famosos na cidade pra se visitar: Jal Mahal (o palácio nolago), Jaigarh Fort, City Palace e o Raj Mandir (um cinema com arquitetura tradicional em que somente filmes bolywoodianos são mostrados).

Entretanto, os lugares que eu recomendo visitar porque eu amei são:  Monkey Temple – na verdade o nome é Galtaji Temple, se você falar Monkey Temple as pessoas não vão saber onde é e ficarão ofendidas. O segundo é o Birla Temple (conhecido como White Temple, é um templo todo em mármore branco, cheio de paz). O terceiro é o templo Chulgiri (templo situado nas montanhas onde você pode ver toda Jaipur lá do alto), o quarto é o Royal Gator (este é o crematório para as mulheres da família real, apesar de parecer meio macabro, o lugar é lindo, pacífico, ótimo para meditar) e o quinto, é o Chouki Dhani (uma festa típica do Rajastão que acontece dentro de um resort e vale muito à pena ir).

Além disso, se você for no centro da cidade, na Pink City, há a oportunidade de comprar de tudo e mais um pouco por preços excelentes! Mas como já disse, tem que saber negociar! Não deixe de experimentar um lassi (iogurte gelado com açúcar) na loja chamada Lassiwala ou tomar um café com dosa no Indian Coffee House e depois tirar muitas fotos com elefantes que ficam numa vila conhecida como Textile Village – lá você também encontra fábricas de tecidos e pode ver a sua produção.

Falando nisso, devo confessar: os elefantes são a minha paixão! A primeira vez que vi um no meio da rua andando entre os carros, quase tive uma síncope! Fiquei atordoada e ao mesmo tempo encantada de ver aquele bicho gigante na minha frente, andando tranquilamente com seu proprietário nas costas. Se tiver a oportunidade de tocá-los, fixe seu olhar nos olhos do elefante e preste atenção, parece que você consegue enxergar uma pessoa lá dentro, eles são incríveis!

Minha experiência em Jaipur foi intensa, como tudo na Índia. Nada por lá é mais ou menos…é sempre TUDO ou NADA. É muita cor, é muita gente, é muito calor, é muita dança, é muita pimenta, é muita alegria! Confesso que voltei para casa querendo mais, sempre mais, afinal, não podemos parar nunca! Viajar é mergulhar no desconhecido é ficar encantado, aprender, dividir,  doar e ganhar..e como ganhei! Ganhei amigos, histórias, risadas, amores, sabores! Para mim viajar é isso: viver! Por isso, nunca vou parar.

 Viaje maisFeliz a pessoa que percorre os mais diversos ambientes sem perder a si mesma (Julio Moran)

Anúncios

2 comentários sobre “DICAS DE TURISMO EM JAIPUR

  1. Lindo esse post Flavinha!
    Uma coisa que eu não sabia: tem que ir no FRRO antes de ir embora, avisando que vai sair do País? Nunca escutei ninguém falar isso! Se sim, temos que ensinar o pessoal da AIESEC, hahaha…Beijosss

    1. Sim Camila!! Se vc tem o registro porque ficou mais de 6 meses tem que ir lá carimbar esse registro dizendo que está saindo do país, senao podem te parar no aeroporto e corre o risco de vc nem conseguir embarcar!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s